+48 22 400 76 60 info@ppcc.pl

Informação sobre a Polónia

Nome oficial

Polónia, República da Polónia, RP

Área

Total: 312 679 km² Água: 3,07%

População

38,496 milhões

Língua oficial

Polaco

Capital

Varsóvia

Divisão administrativa

A Polónia está dividida em 16 províncias: Grande Polónia (Wielkopolskie), Cujávia-Pomerânia (Kujawsko-pomorskie), Pequena Polónia (Małopolskie), Łódź (łódzkie), Baixa Silésia (Dolnośląskie), Lublin (Lubelskie), Lubúsquia (Lubuskie), Mazóvia (Mazowieckie), Opole (opolskie), Podláquia (Podlaskie), Pomerânia (Pomorskie), Silésia (śląskie), Subcarpácia (Podkarpackie) , Santa Cruz (świętokrzyskie) , Vármia-Masúria (Warmińsko-mazurskie), Pomerânia Ocidental (Zachodniopomorskie). Estas províncias dividem-se em 380 condados (powiats) e 2478 municípios.

Localização

A Polónia situa‐se na Europa Central, entre o Mar Báltico a nordeste, o rio Oder a Sul e o rio Bug a leste.

Clima

O clima é temperado, alternando entre o marítimo e continental. Em Varsóvia a temperatura máxima média ronda os 20º, enquanto no Inverno a temperatura mínima média é ligeiramente inferior a 0º.

Fuso horário

Horário da Europa Central: CET (UTC+1) CET (UTC+2)

Países fronteiriços

A Polónia faz fronteira a oeste com a Alemanha, a sul com a República Checa e Eslováquia, a leste com a Ucrânia, a norte pela região de Caliningrado (Rússia) e a nordeste com a Lituânia.

Montanhas

Rysy nas montanhas Tatra (2499 m) Babia Góra nos Beskids (1725 m) Śnieżka nas montanhas Sudetas (1602 m)

Rios mais importantes

Vistula (1047km) Oder (854 km, na Polónia 74 km) Warta (808 km) Bug (722 km, na Polónia 587 km)

Maiores lagos

Śniardwy (113,8 km²) Mamry (104,4 km²) Łebsko (71,4 km²) Dąbie (56,06 km²)

Recursos minerais

Hulha, lignite, enxofre, sal-gema, minério de cobre, prata, zinco, chumbo, calcários, arenitos, margas, vidraceiro, argila cerâmica, gás natural, gás de xisto, crude/petróleo.

Cidades mais importantes

Warszawa (Varsóvia) (1.715.517 habitantes) Kraków (Cracóvia) (758.334habitantes) Łódź (718.960 habitantes) Wrocław (Breslávia) (631.188 habitantes) Poznań (Posnânia) (550.742 habitantes) Gdańsk (Danzigue) (460.427 habitantes) Lublin (347.678 habitantes)

Demografia

População – 38.483.957 habitantes População urbana – 23.244.524 habitantes População rural – 15.239.433 habitantes População em idade activa – mais de 17 milhões

Religião predominante

Católica Romana

GDP

Total: 413 mil milhões € Per capita: 10.700 €

Moeda

Złoty (PLN) 1 Euro = 4,20 zł

Números de telefone de emergência

Ambulância: 999 Bombeiros: 998 Polícia: 997 Polícia Municipal: 986 Número de emergência europeu: 112

Constituição

Constituição da República da Polónia

O sistema político

República Parlamentar baseada na divisão tripartida do poder (Legislativo, Executivo e Judiciário)

Presidente

Andrzej Duda

Primeiro Ministro

Beata Szydło

Legislativo

Bicameralismo (Parlamento – 460 Membros e Senado – 100 Senadores)

Executivo

Presidente, Primeiro-Ministro e Conselho de Ministros

O Poder Judiciário

O Supremo Tribunal da República da Polónia, o Supremo Tribunal Administrativo da República da Polónia, o Tribunal Constitucional da República da Polónia e o Tribunal do Estado da República da Polónia

Política Externa

Participação em organizações internacionais:
*Nações Unidas
*Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD)
*União Europeia
*Nato
*Acordo de Schengen
*Organização Mundial do Comércio (OMC)
*Câmara de Comércio Internacional (ICC)
*Banco Europeu de Investimento (BEI)
*Fundo Monetário Internacional (FMI)
*Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE)
*Organização Mundial das Alfândegas (WCO)
*Espaço Económico Europeu (EEE)
*Agência Internacional de Energia (AIE)
*Conselho da Europa

Transporte rodoviário: Vias rápidas: 1335, 55 km Auto-estradas: 1494,45 km   Distâncias entre as cidades: Varsóvia – Poznań (310 km) Varsóvia – Cracóvia (300 km) Varsóvia – Wrocław (344 km) Varsóvia – Gdańsk (284 km)   O transporte ferroviário: PKP A Polónia tem a mais densa rede ferroviária na Europa (19 000 km) e também é atravessada por linhas ferroviárias de trânsito internacionais significativas, ao abrigo dos acordos internacionais AGC e AGTC. O comboio é um dos meios de transporte favoritos na Polónia. Mais sobre ligações ferroviárias aqui.   Transporte aéreo: Existem 13 aeroportos nas cidades mais importantes da Polónia: Varsóvia – Okęcie Varsóvia – Modlin Cracóvia – Balice Lublin – Świdnik Rzeszów – Jasionka Wrocław – Starachowice Łódź – Lublinek Zielona Góra – Babimost Szczecin – Goleniów Gdańsk – Rębiechowo Bydgoszcz – Szwederowo Katowice – Pyrzowice Poznań – Ławica

Nos últimos anos a Polónia tem tido um óptimo desempenho em comparação com a Europa Central e de Leste e com a União Europeia. Isto foi particularmente evidente em 2009, quando o PIB da Polónia foi o único de entre os 27 países membros da UE a crescer – 1,6%. Isto valeu-lhe a alcunha de “ilha verde”, quando ao analisar um mapa da Europa em que os países em estagnação estavam coloridos a vermelho e os países em crescimento a verde, a Polónia sobressaía por ser o único país “verde”. O crescimento da economia polaca neste último período influenciou muito a participação e importância da Polónia na economia mundial.   O ponto forte da economia política é a elevada procura e consumo privado de bens, que se manteve a bom nível mesmo quando os mercados internacionais atravessavam um mau bocado. Consensualmente reconhecida como um exemplo de boa transição de um sistema de economia planificada para um sistema de mercado, a Polónia possui um mercado de exportação de sucesso. Entre as suas principais exportações encontram-se maquinaria, mobiliário, comida (principalmente maçãs – terceiro maior produtor a nível mundial, apenas atrás dos EUA e China – e carne), vestuário e cosméticos, e o principal destino das suas exportações é a Alemanha.   Actualmente a Polónia é um dos principais captadores de investimento directo estrangeiro, o que contribuiu (e contribui) muito para a sua posição de destaque entre as economias europeias e mundiais. O país é hoje um investimento muito atractivo para os investidores estrangeiros, devido à dimensão do seu mercado interno, boas perspectivas de desenvolvimento económico e ao seu mercado de trabalho muito competitivo com baixos custos de trabalho. A juntar a isto, os polacos trabalham mais horas que a maioria dos países europeus, o que permite ao país ter elevados índices de produtividade.

Alojamento (dados de 2013)

Hóteis: cerca de 2100 Quartos de hóspedes: cerca de 1 800 Turismo rural: cerca de 800 Total: 9.775

Atrações turísticas

Cidades: Gdansk, Cracóvia, Malbork, Varsóvia e Wroclaw Regiões: Pomerânia, Masúria, Montanhas Tatra e Bieszczady

Províncias mais visitadas

Pequena Polónia (17,5%), Baixa Silésia (15%), Pomerânia (12%), Pomerânia Ocidental (11%) e Mazóvia (9%)

Percursos de turismo

Pedestres, de montanha, de bicicleta e canoagem

Meses de férias de Verão

Junho, Julho, Agosto

Meses de férias de Inverno

Dezembro, Janeiro, Fevereiro

Video