1. Geografia

flag_of_brazilGeneral map
Nome oficial
Brasil, República Federativa do Brasil
Área
Total: 8.515.767,049 km2 (5ª maior área territorial do mundo; quase o dobro da área total da União Europeia)
Água: 0,65%
População
Censo de 2010: 190,756 milhões
Estimativa de 2014: 202,769 milhões
Língua oficial
Português
Capital
Brasília
Divisão administrativa
O Brasil está dividido em 27 unidades federativas, 26 Estados e 1 Distrito Federal: Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambucano, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe, Tocantins. No Distrito Federal, localiza-se a capital, Brasília.
Estes 26 Estados, dividem-se em 5.570 Municípios.
Localização
O Brasil está localizado na América do Sul e, devido à sua enorme área territorial, faz fronteira com todos os países sul americanos, com excepção de dois: Chile e Equador. Assim, o Brasil faz fronteira:
*A Norte: com a Venezuela, Guiana, Suriname e Guiana Francesa;
*A Noroeste: com a Colômbia;
*A Oeste: com Bolívia e Peru;
*A Sudeste: com a Argentina e Paraguai;
*A Sul: com o Uruguai.Possui 7.367 km de costa (9.200 km, se forem consideradas as saliências e reentrâncias do litoral) e uma Zona Económica Exclusiva de 3.660.955 km2 (mais do dobro da ZEE portuguesa).
Clima
Devido à sua enorme extensão, o Brasil possui, de acordo com o Sistema Koppen, 6 subtipos diferentes de clima: equatorial, tropical, semi-árido, tropical de altitude, temperado e subtropical. No entanto, a maior parte do Brasil, possui um clima tropical. A média anual das regiões com clima tropical é de 20ºC.
Fuso horário
Existem 4 fusos-horários diferentes, de acordo com a região em causa:
*UTC-2 – por exemplo em São Paulo e no Arquipélago Fernando de Noronha;
*UTC-3 – horário de Brasília e, por exemplo, Goiás;
*UTC-4 – por exemplo em Mato Grosso e Roraima;
*UTC-5 – em Acre e em 13 municípios do Estado do Amazonas;

*DST:
Apenas em alguns Estados do Brasil. Por exemplo, no Verão, o Distrito Federal passa de UCT-3 a UCT-2 e o Estado de Mato Grosso passa de UCT-4 a UCT-3.
Países fronteiriços
Venezuela, Guiana. Guiana Francesa, Suriname, Colômbia, Bolívia, Peru, Argentina, Paraguai e Uruguai.
Montanhas
Todos os 10 picos mais altos do Brasil, têm alturas entre 2.600m e 3000m. Os dois picos mais altos do Brasil situam-se na Serra do Imeri, no Estado do Amazonas: Pico da Neblina (2.993m) e Pico 31 de Março (2.972m). Os terceiro e quarto picos mais altos, situam-se na Serra do Caparaó (Minas Gerais/Espírito Santo): Pico da Bandeira (2.891m) e Pico do Calçado (2.849m). A 5ª maior montanha é a Serra da Mantiqueira (Minas Gerais/São Paulo/Rio de Janeiro), onde se situa o Alto da Mina, com 2.798 metros.
Maiores/Principais rios
*Amazonas (6.937 km), segundo rio mais extenso do Mundo.
*Paraná (3.942 km)
*Madeira-Mamoré (3.315 km)
Maior lago
O Lago Açu, no Maranhão, é o maior lago natural do Brasil, com 55 km2.
Recursos minerais
Os principais minérios que se podem encontrar no Brasil são: ferro, bauxita, cobre, cromo, ouro, estanho, níquel, manganês, zinco e potássio.
O Brasil possui :
* 8% das reservas mundiais de ferro;
* as maiores reservas ocidentais de nióbio.
Maiores cidades
São Paulo (São Paulo)
Rio de Janeiro (Rio de Janeiro)
Belo Horizonte (Minas Gerais)
Porto Alegre (Rio Grande do Sul)
Brasília (Distrito Federal)
Demografia
População – 202.768.562 (Estimativa de 2014)
População urbana – 84% (Censo de 2010)
População rural – 16% (Censo de 2010)age piramid
Religião predominante
Católica Romana (64,6% da população, em 2010)
GDP
* Base PPC:
Total: 3,072 biliões USD (2,500 biliões EUR)
Per capita: 15.153 USD (12,334 EUR)
* Nominal:
Total: 2,244 biliões USD (1,827 biliões EUR)
Per capita: 11.067 USD (9.013 EUR)
Taxa de Desemprego
4,7% (Outubro de 2014)
Moeda
Real (BRL,R$)
EUR= 3,182 R$
USD= 2,590 R$
Números de telefone de emergência
Ambulância (SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência): 192
Polícia Militar: 190
Bombeiros: 193
Defesa Civil: 199

2. A situação politica

Constituição
Constituição da República Federativa do Brasil
O sistema político
O Brasil é uma República Federativa Presidencialista formada pela união indissolúvel de três entidades políticas distintas: os Estados, os Municípios e o Distrito Federal. Possui um regime democrático, representativo e pluripartidário. A República Federativa do Brasil está dividida em três esferas de poder: Poder Executivo, Poder Legislativo e Poder Judiciário.
Presidente
Michel Temer
Poder Legislativo

O Poder Legislativo é exercido através do Congresso Nacional, que está organizado num sistema bicameral: a Câmara dos Deputados (eleitos como representantes do povo) e o Senado Federal (representante das Unidades da Federação).A Câmara dos Deputados é composta por 513 membros, eleitos de forma proporcional à população de cada Estado e do Distrito Federal, com mandato de quatro anos. O número de deputados eleitos pode variar de legislatura em legislatura, devido à sua proporcionalidade em relação à população de cada Estado e do Distrito Federal.

 

O Senado Federal é composto por 81 membros. Cada Estado Federal elege 3 membros e o Distrito Federal elege 1. São eleitos por mandatos de oito anos, renovando-se a cada quatro (1/3 e 2/3 alternadamente).O processo legislativo compreende a elaboração de emendas à Constituição, leis complementares, leis ordinárias, medidas provisórias, decretos legislativos e resoluções.

 

Todos estes instrumentos legais tramitam no Congresso Nacional e nas suas Casas segundo procedimentos próprios previamente definidos em regimentos internos.

Poder Executivo
O Poder Executivo Federal é exercido pelo Presidente da República, auxiliado pelo Vice-Presidente e pelos Ministros de Estado. O Presidente da República, bem como o Vice-Presidente, são eleitos por voto secreto e directo, para um período de quatro anos.Compete ao Presidente da República: chefiar o Governo; administrar a coisa pública; aplicar as leis; iniciar o processo legislativo; vetar, total ou parcialmente, projectos de lei; declarar guerra; prover e extinguir cargos públicos federais; editar medidas provisórias com força de lei; entre outros.

 

O Poder Judiciário

A função do Poder Judiciário consiste em aplicar a lei a casos concretos, por forma a assegurar a soberania da Justiça e a realização dos direitos pessoais nas relações sociais.A organização do Poder Judiciário está fundamentada na competência dos vários órgãos que o integram, a nível estadual e federal.A Justiça Federal comum é aquela composta pelos tribunais e juízes federais. É responsável pelo julgamento de ações em que a União, as autarquias ou as empresas públicas federais forem interessadas.A Justiça Federal especializada é composta pelas Justiças do Trabalho, Eleitoral e Militar.À Justiça Estadual cabe o julgamento das acções não compreendidas nas competências da Justiça Federal.

 

Orgãos do Poder Judiciário:

  • Supremo Tribunal Federal: é o orgão máximo do Poder Judiciário. Tem como competência salvaguardar a Constituição Federal.
  • Supremo Tribunal de Justiça: é o orgão ao qual cabe proteger o direito nacional infraconstitucional.
  • Tribunais Regionais: julgam acções ocorridas nos vários Estados do país, na respectiva região.
  • Tribunais de Justiça dos Estados e do Distrito Federal e de Alçada: apreciam, em grau de recurso ou em razão de sua competência originária, as matérias comuns que não se encaixam na competência das justiças federais especializadas.
  • Juízos de primeira instância: são onde se iniciam, na maioria das vezes, as ações judiciais estaduais e federais (comuns e especializadas).
Politica Externa

A República Federativa do Brasil integra, entre outras, as seguintes organizações internacionais:

  • UN (Nações Unidas, UN)
  • WCO (Organização Mundial das Alfândegas, OMA)
  • WTO (Organização Mundial do Comércio, OMC)
  • ILO (Organização Internacional do Trabalho, OIT)
  • G15 (Grupo dos 15)
  • CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa)
  • WHO (Organização Mundial de Saúde, OMS)
  • OAS (Organização dos Estados Americanos, OEA)
  • IMF (Fundo Monetário Internacional, FMI)
  • ICC (Câmara do Comércio Internacional, CCI)
  • UPU (União Postal Universal, UPU)
  • FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, ONUAA)
  • NSG (Grupo de Fornecedores Nucleares, GFN)

3. Infra-estrutura

Mapa Brasil jpg

 

Transporte rodoviário

O Brasil possui a 4ª maior rede rodoviária do mundo, com um total de cerca de 1,8 milhões de quilómetros de estradas e rodovias. O transporte rodoviário é o principal meio de transporte de cargas e passageiros no país, com 56% do total de cargas que circulam em território brasileiro a serem movimentadas por esta rede rodoviária. Cerca de 10.000 km desta rede rodoviária são auto-estradas (cerca de 5.000 dos quais no Estado de São Paulo). Apesar destes números, 30% desta rede encontra-se danificada por falta de manutenção e, dos 1,8 milhões de quilómetros, apenas cerca de 100.000 estão pavimentados.

Extensão total da rede rodoviária: 1.800.000 km

 

Pavimentados: 96.353 km

 

Não pavimentados: 1.655.515 km

 

Detailed Road Map of Brazil
Mapa rodoviário detalhado do Brasil

 

O transporte ferroviário

 

O Brasil possui um total de 30.129 km de ferrovia (a décima maior rede ferroviária do mundo), concentrados principalmente nas regiões Sul, Sudeste e Nordeste, divididos em quatro bitolas diferentes:
* Bitola larga (irlandesa): 4.057 km
* Bitola padrão (internacional): 202,4 km
* Bitola métrica: 23.489 km
* Bitola mista: 396 km

(Também existem outros tipos de bitolas em alguns trechos turísticos)

 

Ferrovias
(mapa da rede ferroviária do Brasil)

O Brasil possui ainda ligações ferroviárias com Argentina, Bolívia e Uruguai.

 

Transporte aéreo

Aeroportos

 

O transporte aéreo no Brasil cresceu muito nos últimos anos. Com o surgimento de novas companhias aéreas e a modernização das companhias já existentes, foi possível aumentar consideravelmente a oferta.

 

O Brasil possui cerca de 2500 aeroportos, 34 dos quais são aeroportos internacionais. Isto coloca o Brasil no 2º lugar no ranking de países do mundo com maior número de aeroportos, superado apenas pelos Estados Unidos.

 

O maior e mais movimentado aeroporto do país é o Aeroporto Internacional de São Paulo, que oferece ligação para quase todas as grandes cidades de todo o mundo.

 

Portos Públicos

 

Transportes colectivos (em geral)

 

Na maior parte do país, o transporte colectivo é realizado por autocarro, comboio ou metro. Nas capitais de Estado, a oferta de serviços de transporte colectivo é ampla e consegue suprir as necessidades da população. No entanto, nas regiões mais interiores, a oferta é deficitária e não consegue acudir às necessidades das populações.

Em geral, para percursos curtos, utilizam-se principalmente o autocarro, o táxi ou o metro.

 

O metro é um transporte em crescimento no Brasil, havendo já uma grande parte da população que prefere a sua utilização em detrimento de outros meios de transporte mais tradicionais, como o autocarro ou o carro (próprio ou táxi).

Como a sua oferta ainda não é suficiente, os outros meios de transporte ainda obtêm uma maior utilização que o metro. No entanto, o Governo Federal já reconheceu a necessidade de avançar com planos para proporcionar uma maior oferta deste meio de transporte, que se tem vindo a destacar cada vez mais.

4. Economia

O Brasil é a 7ª maior economia do Mundo. Previsões do FMI apontam, no entanto, para uma descida para 8º em 2018, ano no qual o Brasil deverá ser superado pela Índia (actualmente no 10º lugar).

 

O PIB brasileiro está dividido pelos sectores da economia, de acordo com dados de 2008, da seguinte forma:
* Sector Primário: 3,5%
* Sector Secundário: 29,7%
* Sector Terciário: 66,8%

 

A força de trabalho brasileira, estimada em cerca de 100 milhões de trabalhadores, divide-se da seguinte forma pelos ramos da economia:
* Sector Primário: 10%
* Sector Secundário: 19%
* Sector Terciário: 71%

 

O país dispõe de um sector tecnológico sofisticado e desenvolve projectos que vão desde submarinos a aeronaves, sendo a brasileira Embraer o terceiro maior fabricante mundial de aviões. É pioneiro na introdução do etanol – um biocombustível produzido a partir da cana-de-açúcar – na indústria. A brasileira Petrobras é a maior empresa do hemisfério Sul, com um valor de mercado de 106 mil milhões de euros.

 

Um olhar do Banco Mundial sobre a economia brasileira:

 

Com um Produto Interno Bruto (PIB) de R$ 4 biliões (US$ 2,223 biliões) em 2012, o Brasil é a sétima economia do mundo. Também constitui o maior país em área e população na América Latina. (…)

 

A pobreza (percentagem de pessoas que vivem com US$ 2.5 diários) caiu substancialmente, de 26.7% da população em 2003 para 12.6% em 2011. A extrema pobreza (pessoas que vivem com US$ 1,25 por dia) também diminuiu: de 11.2% em 2003 para 5.4% em 2011.

 

Entre 2001 e 2011, a taxa de crescimento do rendimento dos 40% mais pobres foi de 6.2% ao ano. Isso fez com que a desigualdade de rendimento (medida pelo coeficiente de Gini), chegasse a 0.519 em 2011. Esse foi o índice mais baixo em 50 anos. (…)

 

A economia brasileira está a recuperar gradualmente de uma desaceleração que começou no segundo semestre de 2011. O crescimento do PIB caiu de 7,5% em 2010 para 2,7% em 2011 e apenas 0,9% em 2012. A produção industrial e a demanda por investimentos foram afectadas desproporcionalmente.

 

Esta desaceleração foi motivada tanto por factores internos quanto externos. Uma política fiscal e monetária mais austera com o intuito de travar o sobreaquecimento da economia levou ao enfraquecimento da demanda doméstica. Por outro lado, a procura externa deteriorou-se num cenário de prolongado enfraquecimento e incerteza nas economias desenvolvidas, além da desaceleração das principais economias emergentes, como a China. (…)

 

O setor financeiro mantém-se saudável e vem atravessando este período de menor crescimento sem maiores problemas. O crédito tem apresentado um crescimento moderado, o que, alinhado a menores taxas de juros, tem ocasionado uma melhoria nos indicadores de incumprimento. (…)

 

O modelo macroeconómico brasileiro é adequado e sustentável no médio prazo. A política económica segue flexível, possibilitando uma resposta a episódios adversos na economia global. O compromisso com o controle da inflação e a prudência fiscal diminuiu a vulnerabilidade da economia a choques externos. A dívida bruta do setor público deverá cair no futuro, apesar dos desafios de manter o equilíbrio fiscal frente à demanda por investimentos e a pressão popular por melhores serviços. Além disso, o regime de câmbio flutuante e o alto nível das reservas internacionais proporcionam ao Brasil uma proteção contra mudanças bruscas no comportamento do mercado e consequente reversão dos fluxos de capital.

 

em www.worldbank.org

5. Turismo

O Turismo no Brasil é um sector em crescimento e fundamental para a economia de várias regiões do país. Este país foi o destino escolhido por 6 milhões de turistas em 2013, o que o torna o principal destino turístico da América do Sul. As receitas originadas pelo turismo alcançaram os 6,6 mil milhões de dólares (5,4 mil milhões de euros) em 2012.

 

O Brasil oferece aos turistas nacionais e internacionais uma ampla gama de opções, sendo que as áreas naturais são o seu produto turístico mais popular, uma combinação de ecoturismo com lazer e recreação, principalmente sol, praia e turismo de aventura, bem como o turismo histórico e cultural.

 

Entre os destinos mais populares estão a Floresta Amazónica, praias e dunas da região Nordeste, o Pantanal no Centro-Oeste, praias do Rio de Janeiro e Santa Catarina, o turismo cultural e histórico de Minas Gerais e viagens de negócios na cidade de São Paulo.

 

A segurança tem melhorado significativamente, com o país a sair da posição número 128 na lista de países mais seguros, e a instalar-se na 73ª posição, em 2013.

 

Alojamento (dados de 2013)
Hotéis: 9.564
Quartos: 449.000
(Dados de 2011)
Atrações turísticas
Cristo Redentor (Rio de Janeiro), Pão de Açúcar (Rio de Janeiro), Elevador Lacerda (Bahia), Museu de Arte de São Paulo (São Paulo), Centro Histórico de Porto Seguro (Bahia), Parque Nacional do Iguaçu (Paraná), Praias de Recife (Pernambuco), Encontro das Águas (Amazónia), Bonito (Mato Grosso do Sul), Praia de Copacabana (Rio de Janeiro).
Cidades mais visitadas
Rio de Janeiro, Florianópolis, São Paulo, Búzios, Salvador, Manaus.

Images

Não há imagens nesta galeria.

Video

Não há imagens nesta galeria.